Abandono de animais a triste realidade de uma crueldade


26/09/2018

O que leva uma pessoa a comete tal barbaridade?
Nunca tive a oportunidade de conversar com uma pessoa que cometeu tal ato, então olho para os meus animais e me questiono sobre como a pessoa acha que eles sobreviveriam nas ruas sem a nossa ajuda.
O abandono de animais é um ato terrível. Um pet é um ser vivo totalmente dependente de você. Ele depende de você para se alimentar, para matar a sede, para ir ao veterinário, para arrumar o local onde ele vive. Enfim, um pet jamais sobreviveria nas ruas sozinho.
Algumas atitudes me surpreendem e me deixam curiosa. Vários são os “motivos” que escutamos para o abandono de animais. “Vou me mudar e na nova casa/apartamento não tem espaço”, “Ele era da minha mãe e ela morreu”, “Ele está doente e não posso cuidar”, “Eu estou doente e não posso cuidar”, “Perdi o emprego”, “Vou me casar”, “Estou grávida”, “Ele destruiu minha casa”, etc. Algum desses motivos faria você abandonar algum outro ser vivo que vive com você?
Desculpas para o abandono de animais
Diariamente nos deparamos com essa realidade. São inúmeros os casos de abandono. E não são apenas os ditos “vira latas” que são abandonados. Eu, particularmente, já resgatei em péssimo estado, vários animais de raça definida. Animais que tinham um lar e por algum motivo, que eles não entendem, foram largados à própria sorte. Cocker, dogue alemão, pit bull, poodle, yorkshire, golden retriever, basset, entre outros. Eles sofrem todo tipo de maus tratos nas ruas, passam fome, sede, frio, são agredidos fisicamente e muitas vezes violentados sexualmente. Ficam doentes e sozinhos.
Quando você pensar em abandonar um animal, não acredite que “alguem vai cuidar”, porque NINGUÉM VAI CUIDAR, e ele vai morrer sofrendo.
Além de tudo, abandono é considerado maus-tratos a animais, e é crime previsto na Lei 9605/98, passível de multa e CADEIA.

Fonte www.akieobicho.com


\"Compartilhar

Condomínio Canto da Siriema